e-mail grownd

Dentro do Marketing Digital, falamos sobre muitas coisas que influenciam os resultados que vamos conseguir alcançar com campanhas. De nada adianta uma SUPER CAMPANHA, por exemplo, bem elaborada através de uma longa e muito bem definida estratégia, se não cuidarmos de outros detalhes, como ter um e-mail profissional!  

Esse recurso é um dos principais canais de comunicação. Portanto, para criar um e-mail que transmita a credibilidade do seu negócio, não é simplesmente ter uma conta no Gmail.  

Vem com a gente que vamos ensinar um passo a passo de como criar uma conta profissional. Mas, antes disso, precisamos entender exatamente a importância de um e-mail para sua empresa.

E-mail Personalizado 

Além de transmitir mais profissionalismo aos seus potenciais clientes, o e-mail profissional é um serviço de e-mail personalizado: o nome da sua empresa vem depois do “@” ao invés de gmail.com ou hotmail.com, por exemplo. Isso faz com que as pessoas possam lembrar do seu site, caso você tenha um; ou então lembrar o nome da sua empresa sempre que precisar falar com você pela plataforma. 

Por isso, é importante para que as pessoas escrevam, digitem e sempre lembrem do seu negócio quando receberem um e-mail seu. Geralmente, ao usarmos essa ferramenta, criamos com nosso nome ou departamento @nomedaempresa.com.br.  

Por exemplo aqui na GROWnd, temos e-mails profissionais, alguns deles são: 

– [email protected] (diretora – para envio de orçamentos e questões administrativas) 

– [email protected] (coordenadora de equipe – para assuntos internos)  

– [email protected] (assuntos diversos como: dúvidas, suporte e contatos com atuais clientes)  

Percebeu algo? Nos exemplos temos 2 e-mails de pessoas e 1 mais “geral”, que garante a separação dos assuntos em cada um destes e-mails. Ou seja, caso sua empresa tenha mais de 2 colaboradores, eles não terão acesso a informações mais restritivas.  

Bom, então as vantagens são desde a credibilidade até profissionalismo em ter nome do seu negócio vinculado ao seu e-mail. 

→ Leia também:  04 Motivos para você começar a investir hoje em Marketing Digital

Agora vamos ao passo a passo simples e prático:  

1. Domínio 

Em primeiro lugar você precisa ter um domínio do seu negócio. Ou seja, o endereço da sua empresa na internet, geralmente usado para quem publica um site. Aqui no Brasil temos o domínio terminado com .com.br. Mas, nada impede de criar .com somente.  

Também temos variações para diferentes nichos, como alguns exemplos a seguir: 

– Advogados: .adv.br 

– Instituição de Ensino: .edu.br 

– Organizações sem Fins Lucrativos: .org.br 

– Indústria: .ind.br 

E vários outros.  

Está gostando do conteúdos? Inscreva-se em nossa lista de e-mails:  

Ainda sobre o domínio, o mais importante é usar o nome da sua empresa e não variações dela. Caso não tenha um domínio disponível com o nome do seu negócio, precisa ser o mais parecido possível com o nome da sua marca; ou aconselhamos até mudar seu nome, dependendo do caso.  

Sobre o custo, depende muito de qual empresa de registro você vai usar. Uma opção muito usada é o Registro.br. Lá você pesquisa a disponibilidade do domínio que deseja e caso esteja disponível para registro, é só clicar em “registrar”. O site é bem intuitivo.

2. Provedor de E-mail

Depois de criar o domínio, você precisará de uma plataforma para “cadastrar” seu e-mail. Temos hoje, muitas opções, com diversos valores. No entanto, algo bem importante a ser levado em consideração é os recursos que você precisa:  

– quantos endereços de e-mail; 

– espaço para armazenamento de dados, como anexos e imagens; 

– serviços que a plataforma oferece e a melhor usabilidade. 

Depois de analisar tudo isso, procure a que mais se encaixa no que você precisa. Atualmente algumas das mais usadas é a G Suíte, Office 365 e a Zoho Mail, que é gratuita para até 5 contas de e-mail. 

3. Configuração do E-mail

Caso a empresa de domínio seja diferente da de hospedagem, você precisará configurá-lo. Para isto, geralmente a própria empresa de HOSPEDAGEM te guiará com instruções de como fazer isso.  

Mas, você basicamente fará o seguinte: todo domínio contém um DNS (Sistema de Nomes de Domínios, traduzido para o português), que nada mais é do que o ENDEREÇO usado para direcionar as informações que os servidores e navegadores usarão para direcionar os endereços eletrônicos ao destino correto.  

Bom, então no painel de controle da empresa de domínio você encontrará a DNS e vai precisar realizar algumas alterações.  

– Primeiro siga as instruções do provedor para GERAR as chaves de protocolos. Esse passo vai depender do seu serviço de hospedagem, mas geralmente essas informações sempre ficam acessíveis para o administrador da conta.

– Acesse a área do DNS do seu servidor e insira os apontamentos MX, TXT e CNAME. Quando você fizer isso, o DNS pode demorar até algumas horas para propagar.

Caso você tenha interesse de utilizar a plataforma Zoho gratuita, vamos te indicar um tutorial bem explicativo para linkar seu Domínio no Registro.BR com o serviço Zoho Mail:

→ Clique aqui para ver o tutorial da Leadlovers

Agora que você já sabe a importância de ter um e-mail profissional e como fazer isso, que tal começar a pensar nisso para um próximo passo dentro da sua empresa?  

Se ficou com alguma dúvida, manda para nós lá nas redes sociais:  

Se tiver com dificuldades, temos profissionais especializados para realizar este serviço para você. Solicite um orçamento!  

Usando o CUPOM: BO007 você ganha 20% de desconto