estrategia grownd

A estratégia destes setores está bem alinhada dentro do seu negócio? A importância disto está no quanto a sua empresa vai crescer a médio e longo prazo.

Você já ouviu falar no termo vendarketing? Se não, é uma junção das palavras VENDAS e MARKETING. Só por ter um termo para isso, a gente já tem ideia da importância de ambos andarem juntos, né?  

Por isso, neste artigo vamos falar um pouco sobre como fazer o setor de vendas e marketing trabalharem com estratégias unidas ou muito bem claras para ambos.  

Infelizmente, muitas empresas ainda não entenderam o quanto é EXTREMAMENTE importante ter o setor de vendas e marketing muito bem definidos dentro das estratégias do seu negócio.  

Alguns até podem pensar: ah, mas eu invisto em marketing e tenho um setor de vendas aqui na minha empresa. Mas, aqui neste post vamos falar de ESTRATÉGIA.  

Fazer melhorias e buscar soluções no marketing do seu negócio pode te trazer muitos clientes. Mas, sem o mesmo processo acontecendo em paralelo com o setor de vendas, provavelmente não terá vendas. Ou talvez tenha, mas não clientes fidelizados. 

Combinados 

Bom, antes de tudo precisamos entender que seja você uma empresa com equipes “separadas” para cada um destes setores ou você é tudo (e mais um pouco) o cuidado precisa ser o mesmo. O maior erro de quem está começando é querer o MUITO e fazer “do jeito que dá”.  

Portanto, se você acha que não vai dar conta de fazer o setor de vendas e marketing caminharem juntos, com muita responsabilidade e persistência, te aconselhamos contratar, ao menos, um profissional (de preferência especialista em uma destas áreas) para te ajudar.  

Dito isto, vamos lá!  

No marketing temos um conceito chamado PERSONA. Basicamente é um avatar que montamos para “visualizar” nosso público em uma só pessoa.  

Mas, que tal analisar se o setor de vendas confirma se este realmente é a persona ideal para o seu negócio. Nessa hora, o achismo precisa estar bem longe do negócio.  

Trabalhe com dados e informações relevantes. Faça levantamentos dos principais clientes: idade, profissão, o que gostam de fazer, quais principais características, etc.  

Se você tem uma equipe de vendas, nunca os deixe fora das reuniões com a equipe do Marketing. Ao contrário, deixe-os opinarem e participarem ativamente para bolar a estratégia mais eficaz.  

Funil de Vendas 

Profissionais do marketing ou vendas já ouviram, com certeza, este termo: Funil de Vendas. Nele, entendemos que antes de uma compra, o cliente passa por 4 etapas:  

1. Atração

Aqui o prospect ainda não sabe que precisa comprar. Ele apenas está navegando pela internet, pesquisando sobre um assunto específico, mas sem a intenção de efetivar uma compra.  

Talvez só com uma dúvida sobre o que é ou características de determinado produto ou serviço. Portanto, o principal objetivo é atraí-lo, somente. 

2. Conversão  

Este é o momento em que buscamos algum contato destes usuários: telefone, e-mail, etc. Isso é feito com o que chamamos de CTA (Call to Action), que nada mais é do que CHAMADAS PARA AÇÃO.  

No texto de um blog ou de um post nas redes sociais você sempre deve buscar deixar claro uma intenção: comente aqui em baixo se você gostou deste produto; ficou com algum dúvida? manda uma mensagem no privado que vamos responder todas; quer saber mais sobre esse assunto? Confira este outro artigo: link direcionando para outra página. Quer um exemplo prático disso? Olha só: 

O que está achando do artigo? Se está gostando, deixe seu principal e-mail que vamos enviar notificações avisando dos novos conteúdos! 

3. Fechamento 

Esta etapa é quando buscamos nos aproximar do cliente, para “convencê-lo” da compra. Buscamos passar confiança e mostrar que somos referência no assunto.  

Portanto, aqui entra a equipe de vendas com tudo. A conversa entre ambos precisa ser muito bem clara. Com o marketing podemos perceber, através de uma potuação por cada ação realizada pelo lead (como chamamos a pessoa que mostrou interesse) o quanto esta pessoa se mostrou interessada.  

Então, dependendo do nível, vai ser a conversa com as vendas.  

Aí, com boas informações, a pessoa das vendas vai usar sua estratégia com algumas cartas na manga. 

4. Encantamento 

Esta parte é quando a pessoa já efetivou a compra. Mas, boas empresas JAMAIS perdem um cliente 

Uma vez cliente, sempre cliente! 

Portanto, agora começamos a pensar estratégias tanto em marketing quanto em vendas, para fidelizar este cliente. Torná-lo um “vendedor” indireto da sua marca; ou até mesmo futuramente apresentar-lhe novidades para que ele possa comprar de novo. 

Em marketing, criamos materiais e conteúdos exclusivos para estes clientes. Sempre mantendo-o por perto e se fazendo lembrado.  

Conteúdos interessantes, informativos e “sem” intenção de venda. A venda é mais para frente, com o time de vendas entrando em contato novamente. E assim vai… 

Compartilhar dados 

Bom, como você pode perceber, a chave para grandes vendas em uma empresa é a COMUNICAÇÃO entre vendas e marketing.  

De nada adianta um ótimo time de vendas, se o marketing não tem conhecimento da estratégia, processos e benefícios que a equipe pode oferecer ao cliente. 

Igual acontece com o time de vendas: se não souber a linha estratégicas que o marketing tem trabalho ou até mesmo os tipos de campanhas que estão no ar, podemos estragar tudo.  

Buscando sempre este alinhamento e concordância entre as estratégias destes setores, com certeza você perceberá um ótimo resultado.  

Acompanhe nossas redes sociais para dicas de marketing e vendas:  

E aí, o que achou? Comenta aqui se você ficou com alguma dúvida sobre este assunto. Vamos conversar!